Serviços

O Serviço de Psicologia desenvolve a sua acção a partir da educação pré-escolar e ensino básico, prestando apoio à comunidade educativa.
Esta valência direcciona a sua acção para a aquisição de competências por parte da comunidade escolar, e de todos os elementos, assegurando deste modo a promoção do desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem.
Disponibiliza apoio em diversos domínios, tendo em conta variados modelos de intervenção, entre os quais:

  • Apoio psicopedagógico;
  • Orientação e informação escolar e profissional
  • Acções de formação dirigidas à equipa educativa
  • Apoio ao sistema de relações da comunidade escolar

Numa época como a nossa, em que os jovens são confrontados com um número cada vez maior de desafios, a orientação escolar e vocacional assume uma importância cada vez maior, quer na preparação dos jovens face à complexidade do sistema educativo, quer nas suas articulações com o mundo do trabalho.
Chegados ao final do 9º ano ou do Ensino Secundário, os jovens são confrontados com escolhas fundamentais. Qualquer que seja o caminho que desejem/pensem seguir (ingresso no ensino superior, entrada na vida ativa, formação profissional,…), é natural que surjam dúvidas e indecisões, revelando-se de grande importância que o jovem tenha algum apoio quanto a esta processo decisivo que deverá ser ponderado e realista. Nesse sentido, o papel do orientador será o de possibilitar ao indivíduo o seu auto-conhecimento, assim como a identificação dos seus interesses e a definição do seu projeto de vida, sendo igualmente sua função esclarecer situações face à escolha do futuro do sujeito, tendo em conta o contexto histórico e as situações locais onde se dá esta escolha.
Num processo de orientação escolar e vocacional, para além de se pretender orientar e capacitar o aluno no conhecimento e exploração das suas aptidões, interesses e aspirações; dar a conhecer a realidade sobre as oportunidades do mundo do trabalho, bem como consciencializa-lo acerca das aptidões e habilidades necessárias requeridas para o exercício das diversas profissões, orienta-se ainda o aluno para a escolha vocacional que melhor se ajuste a cada um.

Especialidade multifacetada, a terapia da fala é a mais indicada para detectar, avaliar, diagnosticar e tratar as diferentes dificuldades que possam estar a travar ou a dificultar o desenvolvimento da comunicação humana. Apesar de se auto denominar “terapia da fala”, o seu campo de acção é bastante mais abrangente e incide sobre a reabilitação da linguagem, articulação, voz e gaguez, bem como os próprios actos de mastigar e engolir. Em crianças mais velhas, pode ainda incluir uma intervenção ao nível das capacidades de escrita e de leitura. A detecção precoce é extremamente importante nas crianças mais novas, simplesmente para que possam ter ultrapassado esses obstáculos quando chegarem à fase de ler/escrever que, por si só, já é um desafio.

As dificuldades de comunicação verbal nas crianças são frequentes, nomeadamente nas idades pré-escolar e escolar, e podem ser manifestadas das mais diversas formas, tendo ainda várias razões de ser. A terapia da fala é a especialidade mais indicada para estas situações e, embora seja válida para pessoas de todas as idades, o ideal é sempre uma detecção precoce, de forma a iniciar um tratamento rápido e eficaz.

A Terapia da fala é um serviço disponibilizado aos nossos alunos, sendo realizado numa primeira fase um rastreio gratuito para se diagnosticar eventuais perturbações nas áreas referidas. Na eventualidade de alguma criança ser assinalada para tratamento o encarregado de educação será informado e, caso seja do seu interesse, poderá ser efectuado um tratamento individualizado nas instalações da .
Como o papel dos educadores é de extrema importância para o desenvolvimento das crianças, o terapeuta da fala reunir-se-á periodicamente com estes, orientando-os e aconselhando-os para que eles sejam capazes de detectar possíveis sinais de alerta e identificar alterações da fala e/ou linguagem.

A Terapia Ocupacional é o tratamento de condições de saúde que afetam o desempenho das pessoas em qualquer fase da vida através do envolvimento em atividades significativas, com o objetivo de lhes proporcionar o seu máximo nível de funcionalidade e de independência nas ocupações em que desejam participar.

Segundo a definição de Terapeuta ocupacional “É o Técnico responsável pela avaliação, tratamento e habilitação de indivíduos com disfunção física, mental, de desenvolvimento, social e outras, utilizando técnicas terapêuticas integradas em atividades selecionadas consoante o objetivo pretendido e enquadradas na relação terapeuta/utente; prevenção da incapacidade, através de estratégias adequadas com vista a proporcionar ao indivíduo o máximo de desempenho e autonomia nas suas funções pessoais, sociais e profissionais e, se necessário, o estudo e desenvolvimento das respetivas ajudas técnicas, em ordem a contribuir para a melhoria da qualidade de vida.”

A Terapia ocupacional intervém em crianças com:

  • Desordens de Processamento sensorial;
  • Défices de Atenção;
  • Hiperatividade;
  • Problemas de Aprendizagem;
  • Perturbações do Espectro do Autismo;
  • Doenças Neurológicas;
  • Síndromes;

A nutrição é um processo biológico em que, por meio dos alimentos, os organismos assimilam nutrientes para a realização das suas funções vitais. No domínio da saúde e da medicina, a nutrição consiste no estudo da relação entre os alimentos ingeridos e o nosso vigor e bem-estar.

A alimentação e a nutrição são imprescindíveis à vida de todos os seres, razão pela qual o Nutricionismo tem uma valiosíssima actuação na maioria das áreas que orientam o crescimento, o desenvolvimento e a saúde do indivíduo, traduzindo-se a actuação do nutricionista nas várias áreas abrangidas por esta especialidade numa função de singular valia e amplitude.

Ao estudar os benefícios e malefícios para a saúde, dos nutrientes existentes nos alimentos, o nutricionista também traça orientações alimentares destinadas e promover a melhoria energética, a correcção do peso e o aumento da longevidade de cada indivíduo em particular.

A observância de hábitos alimentares correctos não só permite atingir um nível físico elevado, como um estado de saúde optimizado, minimizando assim os riscos de desenvolvimento ou agravamento de patologias. Uma alimentação equilibrada deve garantir o aporte energético e nutricional adequado no que concerne a proteínas, ácidos gordos, hidratos de carbono, vitaminas, minerais e oligoelementos, água, entre outros, nas quantidades e proporções ideais para cada indivíduo em particular.

Com este serviço de nutrição e dietética, pretendemos que seja um apoio eficaz e efectivo na promoção da saúde e bem-estar físico, psíquico e social de todos quantos frequentam a , conjugando a correcta prática de exercício físico,  com uma alimentação criteriosa e equilibrada.

Contamos com a colaboração de um nutricionista que supervisiona a elaboração das ementas e que está disponível para esclarecer dúvidas.

 disponibiliza o serviço de almoço e lanche, com garantia de qualidade, diversidade, higiene e segurança alimentar. Sendo as ementas elaboradas por um nutricionista.

A Sala de Estudo  efectua diariamente o transporte dos alunos em total segurança com carrinha própria devidamente certificada pelo IMT para o transporte colectivo de crianças, de acordo com a Lei Nº 13/2006 de 17 de Abril.

O motorista está devidamente habilitado pelo IMT para efectuar este transporte.